Publicidade

Marketing 5.0: tecnologia da informação, responsabilidade e o futuro da comunicação

“Coronavírus” talvez tenha sido um dos termos mais usados nas manchetes dos últimos dois anos, isso porque – como você já sabe – a pandemia mundial alterou completamente o modo como as pessoas se relacionam entre si, com suas casas, com o trabalho, com o próprio corpo e os alimentos, enfim, tudo foi repensado. O que implica em um novo comportamento social e, também, de consumo.

Para compreender esse novo comportamento, Kotler (2021), um dos principais nomes da administração e do marketing do mundo, lançou seu livro Marketing 5.0, com interesse em trazer estudos atualizados sobre novos modos de se comunicar. Afinal, comunicação é uma das bases de todo o relacionamento entre pessoas e também entre marcas e se não conhecemos as atualidades de nosso consumidor, investimos tempo e dinheiro em algo inefetivo. Mas fique tranquilo, pois na sequência te contarei o que Kotler nos traz nessa nova edição de marketing.

O QUE É MARKETING 5.0

Depois dos consagrados estudos de Marketing 1.0, 2.0, 3.0 e 4.0, o autor Philip Kotler nos traz o Marketing 5.0. Se antes o comerciante compreendia o consumidor como passivo às ofertas, o modelo de produção e comunicação começam a sofrer alterações significativas, até a chegada do Marketing 4.0 que entende o seu público como um nicho de pessoas com comportamentos específicos e demandas de produtos e serviços que compactuam com suas linhas de pensamento e também com sua rotina. Tendo, como grande ajuda neste episódio, o marketing digital, forte aliado na hora de se relacionar.

Já no Marketing 5.0, nosso mais novo objeto para estudo, saído do forno esse ano (2021), vem nos contar a importância do digital presente na vida das pessoas e das marcas como um grande captador de informação. Isso mesmo! Nessa etapa em que vivemos, o consumidor passa a ser visto ainda mais dentro de suas individualidades e exigente em relação à comunicação que lhe é oferecida e possibilitada pelas plataformas digitais que permitem segmentações mais específicas em relação aos seus gostos, comportamentos e também objetivo de anúncio. Ou seja, é a tecnologia e o ser humano trabalhando juntos.

Segundo o autor, a tecnologia vem para detectar padrões, armazenar dados, encontrar pessoas, interesses e comportamentos; os seres humanos, por sua vez, aparecem com a intenção de desenhar estratégia, questionar, achar soluções criativas para abordar os consumidores e, principalmente, serem empáticos em relação ao outro para que – desta forma – criem conexões afetivas mais fortes e sinceras.

Desta forma, Kotler vem nos dizer que as marcas, enquanto influenciadoras de comportamento, devem ter o interesse em:

  • Se conectar emocionalmente com o cliente;
  • Apoiar causas sociais e ambientais;
  • Transformar os consumidores em embaixadores das marcas;
  • Ter e divulgar responsabilidade socioambiental;

Por fim, o Marketing 5.0 vem nos mostrar como as pessoas estão mais preocupadas e cuidadosas consigo mesmas, com onde vivem, o que consomem e de quem consomem. Podemos ver uma potencialização de uma tendência já esperada das novas gerações em relação à responsabilidade e, agora, se preparar para essa cobrança, porque da mesma forma que as marcas detém de mais informações, o público também detém e vai fazer sua parte de pressionar as marcas em relação ao seu papel. 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Translate »
Share This