Publicitário, ser conhecido por sua criatividade e personalidade exótica. Sempre em grupos, adora uma selfie, festa de veículo, brinde e café. Qual sua origem? O que o faz ser tão diferente? Quais seus objetivos de vida? É o que veremos hoje no Amblard Repórter.

 

O publicitário na antiguidade

Desde os tempos mais antigos, esse ser mercadológico é conhecido. Já naquela época da descoberta do fogo ele se mostrava o “diferentão”. Enquanto a maioria da tribo ia caçar, pescar e ir atrás do sustento da tribo, esse ser diferenciado passava horas e horas dentro da caverna pensando em como divulgar a sua tribo, promover o seu grupo de caça, ou simplesmente fazer arte na parede de sua caverna. O que já causava a revolta de muitos de seus amigos, surgindo aí a incompreensão de toda a humanidade em saber o que um publicitário faz.

 

O publicitário através das eras

Na Idade Média ele estava lá ao lado da igreja, levando a palavra entre os cruzados, com panfletinhos 15×21 feitos à mão, de um lado só, já que não havia tecnologia pra imprimir milhares e o papel ainda estava em falta. O importante é que a redação estava boa e a ideia pegou, ainda que a verba para mídia fosse pouca.

 

Através das eras é possível perceber sua influência. Seja escrevendo os discursos de grandes líderes, criando brasões e marcas de revoluções importantes, ou até mesmo fazendo cartazes de espetáculos teatrais, essa pessoinha passou ao longo dos anos ajudando o mundo a se reinventar esteticamente, quebrando paradigmas e propagando as ideias mais loucas por aí.

 

O publicitário contemporâneo

Atualmente podemos encontrá-lo às sextas-feiras em barzinhos descolados fazendo happy hour com sua turminha. Também são reconhecidos em cafés com roupas no estilo Restart, em cineminhas fazendo cosplay de David Ogilvy, em show de sertanejo com roupa de cantora de MPB ou até mesmo em uma praça pública curtindo o momento às 16h20.

 

Leva a vida em sacadas criativas, piadinhas e trocadilhos. É antenado, sempre com celular de última geração. Que seu dinheiro pode pagar, claro, já que não ganha muito, trabalha mais do que a maioria da população economicamente ativa e sempre faz hora extra remunerada com pizza e coca.

 

Esse ser é assim, vive de bem com a vida, sempre tem muitos amigos e mesmo no seu dia, não perde tempo de rir de si mesmo para celebrar este dia com grande estilo. Afinal de contas, o dia é dele, mas o presente é todo seu!

 

Feliz dia do publicitário!