PublicidadeSoluções digitais

Spotify: como incluir essa plataforma em suas estratégias de Marketing?

Quem não gosta de uma boa música? Serão raras as pessoas que irão levantar a mão nesse caso. Ela é paixão mundial, intergaláctica (sem dúvidas!). A música mexe diretamente com as emoções, o que a torna um poderoso gatilho para, por exemplo, o consumo. Isso tem despertado o interesse das empresas que, finalmente, passaram a percebê-la como a maravilhosa ferramenta de marketing que é. Percepção essa reforçada pelo surgimento de um grande aliado: o Spotify.

Maior plataforma de streaming de músicas do mundo, o Spotify ganhou o mercado brasileiro em 2014. Com uma versão de conta paga e outra gratuita, o serviço disponibiliza um gigantesco acervo de músicas, incluindo coleções completas de diversos artistas. É raro que o usuário não encontre o que está buscando. Talvez por isso a plataforma tenha alcançado, esse ano, a marca de 100 milhões de assinantes (leia-se, pagantes).

Dados expostos, agora, sem enrolação, vamos te explicar melhor como usar todo esse potencial em suas estratégias de marketing. Segue aqui.

Primeiro passo: conhecer o público

O grande desafio aqui é conhecer a fundo as preferências de seu público. Isso porque, os gostos musicais variam muito, e não se conquista o coração de quem curte rock com uma playlist de pagode.

Para acertar na estratégia, então, é importante a criação de buyers personas. Para tanto, pesquise muito o seu público! Observe, faça perguntas, separe grupos por interesses em comum, e então, descreva suas características com o máximo de detalhes possível. Inclusive, aqui já deve constar suas preferências musicais. Feito isso, é só adaptar as ideias a seguir aos formatos mais adequados para o seu target.

Parta para a ação!

A plataforma oferece diversas possibilidades para que as empresas alcancem seus objetivos de marketing. As opções variam da criação de playlists simples à podcasts mais densos. Tudo dependerá da sua criatividade e disponibilidade de investimento (de tempo e dinheiro). Mas é importante reforçar: seja qual for a estratégia escolhida, o conteúdo deve estar alinhado com as preferências do público.

Quer saber como fazer? Vamos falar disso agora!

  1. Crie playlists que falem com sua buyer persona

Uma das alternativas mais baratas para a utilização do Spotify nas estratégias de marketing é a criação de playlists. Mas é preciso dedicação e estudo, para garantir que elas irão atender às expectativas do público-alvo. Vale levar em conta algumas dicas para mandar bem nessa tarefa, como:

Aproveitar as sugestões que a plataforma oferece: busque referência nas próprias listas criadas pelo Spotify. Assim, as chances de conseguir um resultado mais diverso e significativo aumentam.

Criar listas baseadas em momentos: pode ser, inclusive, inspirada nos momentos que as pessoas passam consumindo os produtos ou serviços da marca. Por exemplo, listas para ouvirem enquanto degustam o vinho, devoram o hambúrguer ou estudam.

Pense no tempo que a playlist deve ter: isso irá variar de acordo com o objetivo dela. Se você espera que os clientes escutem durante uma viagem, 30 minutos é pouco. Mas se for para curtir durante um café da manhã, esse tempo pode ser suficiente. É importante adaptá-la.

Com a playlist ideal em mãos é só compartilhar com o público nas redes. Logo eles verão que vocês têm mais coisas em comum do que imaginam.

  1. Aposte nos anúncios

Outra possibilidade interessante é a publicação de anúncios na plataforma, que pode ter formato de áudio, vídeo e/ou display. Você pode escolher o que melhor se encaixa com a sua estratégia e o seu budget. Vamos conhecer um pouco mais desses formatos?

Anúncios de áudio

São aqueles veiculados entre uma faixa e outra, o que garante maior efetividade de entrega. Além disso, esse formato possibilita a inclusão de um banner clicável, que substitui a imagem de capa. Assim, as pessoas poderão ter acesso direto à página de destino da campanha, aumentando sua eficiência.

Anúncios de vídeo

Aqui a empresa encontra duas opções de formato: a Sessão Patrocinada e o Video Takeover.

Na primeira, os usuários ganham direito a ouvir músicas por 30 minutos ininterruptos, assistindo a 30 segundos de anúncio. É um forte incentivo, que faz da estratégia uma opção eficiente.

Na segunda, o vídeo é entregue aos ouvintes durante os intervalos comerciais. Ao final do anúncio um banner clicável é apresentado. Mais uma forma de prender a atenção e dar à campanha maior visibilidade.

Anúncios Display

Já nos anúncios de Display os formatos variam entre:

Overley: exibido quando o usuário volta ao aplicativo. O banner é imersivo e clicável, levando as pessoas para a página de destino.

Homepage Takeover: um banner clicável, que permite às marcas adicionar elementos interativos que atraiam a atenção do usuário. Esse formato de anúncio fica disponível na tela inicial do aplicativo durante 24h.

Leaderboard: são exibidos quando a tela do aplicativo é predominante no dispositivo. Os anúncios desse formato são exibidos de forma exclusiva por 30 segundos.

Além dos formatos, já tradicionais da plataforma, foi lançado recentemente o Sponsored Playlist. Com ele é possível patrocinar playlists criadas pelo próprio Spotify.  

  1. Podcast está se tornando a sensação do momento, se possível, invista nele!

O podcast que, simplificadamente, é um conteúdo gravado em áudio e disponibilizado na

internet, está ganhando cada vez mais força. É verdade que sua popularidade ainda está em ascensão, mas o futuro do formato é bastante promissor. E o Spotify está aí para impulsioná-lo ainda mais.

Já é possível que pessoas e empresas utilizem a plataforma para disponibilizar seus programas. De forma simples, qualquer pessoa pode cadastrar um podcast e alcançar milhares de usuários do serviço. Alguns “detalhes”, no entanto, devem ser levados em consideração: a produção e a hospedagem dos áudios. Vamos falar mais sobre elas?

Como produzir um podcast?

O primeiro passo é planejar. Definir público, tema, formato, conteúdo, frequência de publicação e, por fim, criar os roteiros. É nesse momento também que se deve definir qual será a personalidade do programa e que convidados farão participações.

O próximo passo é treinar! Não meça esforços, grave usando o celular mesmo. O importante é ganhar confiança e ter uma visão geral do andamento para fazer os ajustes necessários.

Testes aprovados é hora do “valendo”. A gravação deve acontecer em um local silencioso e sem interrupções. Investir em um bom microfone e escolher um espaço com boa acústica, ajudam a garantir a qualidade do material. Isolar os ruídos externos também é importante. Estúdios profissionais são os mais indicados, mas é perfeitamente possível adaptar os espaços que você já tem.

Para finalizar, uma boa edição será necessária. Se você não tem intimidade com essa prática, pode ser um pouco trabalhoso no início. Mas não desista! Essa é uma etapa gratificante, já que o resultado começa a ser visto.

Podcast pronto, editado, revisado, esperando para ser ouvido pelo mundo. O que falta? Publicar! Uma das plataformas mais usadas é o Soundcloud, porque, além da hospedagem, ela já disponibiliza o agregador de podcast. O primeiro passo, então, é criar uma conta nela, e subir o seu programa. O passo a passo é bem intuitivo, pode começar sem medo.  

Mas, como disponibilizar meu podcast no Spotfy?

Simples, rápido e direto! Para cadastrar o seu podcast no Spotify não tem segredo. Dá uma olhada:

  1. Acesse a página https://podcasters.spotify.com/submit e clique em “Get Started”
  2. Aceite os termos de uso e clique em “Continue”
  3. Insira o link RSS do seu podcast no campo “Link to RSS Feed” e clique em “Next”
  4. Preencha corretamente o formulário que abrirá com todas as informações solicitadas
  5. Revise e finalize, clicando em “Submit”.

Fácil né? Agora é só aguardar para ver (ou melhor, ouvir) seu podcast na plataforma. Em poucas horas ele estará disponível.

A gente também entrou na onda!

Aqui na Amblard aderimos à ideia e criamos uma playlist colaborativa, unindo os gostos musicais de toda a equipe. O resultado é uma lista bastante variada, que vai de Janis Joplin a Projota. De música clássica a rock bem marcado. Mas uma coisa é certa, a galera tem bom gosto! Você pode dar uma espiadinha aqui.

E aí, curtiu conhecer um pouco mais das possibilidades que o Spotify oferece? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo de interessante que a gente pra te contar!  😉 

Tags:

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Translate »
Share This