Rotina

O que a falha do Facebook nos mostrou

O “bug” desta última quarta-feira (03/07) no Facebook, Instagram e WhatsApp, deixou todo mundo louco – inclusive a Amblard todinha – onde mostrava problemas para carregar imagens, vídeos e áudios. Mas esse probleminha não serviu apenas para atrapalhar nossas vidas, mostrou também um pouquinho de como a Inteligência Artificial do Facebook funciona! Quer descobrir um pouco mais? Então continue lendo! 

A falha que o Facebook teve nos mostrou como a plataforma identifica as imagens através da Inteligência Artificial. No feed, ao invés de aparecer a imagem na postagem, seja de algum amigo seu ou de alguma fanpage, o IA do Facebook mostra na sua tela uma série de descrições da peça, como por exemplo: “Imagem pode conter uma pessoa, óculos e texto”.

 

Sabe a famosa sugestão de marcação em fotos do Facebook?

Pois é, o defeito do face nos mostrou que quando a IA faz o reconhecimento facial correto, ele pode trazer o nome do usuário na descrição da imagem. Incrível não é mesmo? (E um pouquinho assustador).

via GIPHY

 

Em alguns casos a falha pode ocorrer em fotos de perfil do usuário e a inteligência consegue descrever características faciais (barba, óculos, etc). Se a foto for tirada de longe, consegue identificar prédios, flores, o momento do dia e até mesmo o estilo da imagem! 

 

Estas informações que a rede possui sobre cada usuário pode estar sendo usada em anúncios, como forma de identificar hobbies, hábitos, lazer, gostos, lugares que frequenta e etc., mas a plataforma não se pronunciou quanto a isso, então não temos certeza se o Facebook usa ou não as informações para o direcionamento de anúncios. Porém, de toda forma, usando ou não, é muito legal ver como a rede faz suas codificações e como podemos ter perfis completamente montados na rede social com apenas uma simples foto.

 

O Instagram e WhatsApp não ficaram de fora do rolê

O bug também afetou nossos queridos Instagram e WhatsApp, não carregando áudios, vídeos, fotos no feed e stories, o que deixou muitos internautas ainda mais aflitos.

Se você curtiu este post, continue nos acompanhando então! Até a próxima.  😉 

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Translate »
Share This