O Inbound Marketing já se tornou a nova febre das estratégias digitais. E não é para menos: a coisa funciona mesmo quando o objetivo é trazer um montão de leads bem qualificadas para o time de vendas.

Mas, na hora de colocar a mão na massa e fazer esse tal de Inbound Marketing acontecer, a maioria dos gestores prefere contar com uma ajudinha de quem já sabe muito do assunto. É mais ou menos como na época do colégio, quando você buscava a ajuda do nerd da turma para “terceirizar” o dever de casa — a gente não vai contar para ninguém.

Se você está pensando em ter um time de nerds que faça toda a tarefa de Inbound por você, conheça alguns detalhes que devem ser considerados antes de fechar negócio:

 

1. Dê ouvidos às fofocas

Se ao pesquisar fornecedores de Inbound Marketing, você se deparar com algumas “fofoquinhas” sobre determinadas agências, não faça vista grossa. Aliás, é até interessante que você pegue uma pipoca e um refri para assistir os comentários, seja no Facebook ou no Google e descubra o que é que estão dizendo.

Comentários como “nunca entregam no prazo” ou “paguei a primeira parcela do contrato e não consigo mais falar com eles” são indicativos de que a reputação da empresa está lá embaixo e não é uma boa ideia contratá-la.

 

2. Peça cases e referências

Sabe aquele cara que se diz o “novo Einstein”, mas ninguém nunca ouviu falar dele, nem de seus trabalhos?  Pois é, isso também pode acontecer com algumas agências de Inbound. Elas se definem como as melhores do mercado, mas não apresentam nenhuma história de sucesso ou referências sobre projetos já realizados.

Por isso, meu amigo, é fundamental pedir cases e depoimentos de clientes antes de fechar um contrato de Inbound Marketing. Se a agência se recusar ou apresentar cases “mais ou menos”, caia fora e busque outra opção.

 

3. Seja chato

Na hora de avaliar agências de Inbound Marketing, não tenha medo de bancar o chato. Pergunte sobre todas as etapas do projeto e peça o máximo de detalhes possível a respeito da criação de personas, pautas, títulos, redação do conteúdo, distribuição e todo o resto.

Somente assim você poderá descobrir o que a empresa realmente oferece e qual é a sua metodologia de trabalho.

 

4. Pergunte sobre os resultados

Ninguém quer fazer Inbound Marketing só porque virou moda ou por que o concorrente já tem um blog. O que você deve buscar é um aumento real no engajamento com a sua empresa que será medido por meio do número de visitas ao site, dos comentários, das curtidas e dos compartilhamentos em um post.

Por isso, faça várias perguntas sobre taxas de retorno em tráfego, percentuais de engajamento e quais métricas são utilizadas pela agência na hora de mensurar resultados. Com isso, você conseguirá respostas claras sobre o retorno da estratégia e saberá se o investimento valerá a pena.

Agora que você já sabe o que deve considerar antes de fechar negócio, não deixe de descobrir o que é Inbound Marketing e por que você deveria iniciar uma estratégia já. Se ainda assim quiser mais informações, que tal marcar um café?