Você provavelmente já sabe da importância do marketing para uma empresa, certo? Manter-se ligado nas novidades ajuda o negócio a adotar e a melhorar as estratégias pra atrair mais clientes e fidelizar aqueles que já conhecem o que você oferece. O segredo é acompanhar as tendências e investir naquilo que traz mais resultados.

E é aqui que o Inbound e o Outbound Marketing devem unir suas forças. A ideia de que um é o aqui-inimigo do outro é bastante difundida nesse universo, mas o ideal é que haja investimento tanto em um quanto em outro. Os dois devem agir juntos com o objetivo de trazer o famigerado sucesso.

Para te ajudar a alinhar esses pontos, preparamos o post de hoje com algumas informações sobre Inbound e Outbound marketing para que você aplique no seu negócio pra ontem. Bora lá?

 

O que é Inbound Marketing?

Atrair e fidelizar clientes: esse é o objetivo da estratégia. O importante, nesse caso, é chamar a atenção dos clientes e conquistar a venda no final do processo. O Inbound é ativado por meio da produção de conteúdos que se relacionam aos interesses do público.

Para que seja possível atrair consumidores, conhecer as necessidades e os interesses do cliente é fundamental. É preciso saber quais são as suas demandas e os seus problemas, buscando sempre solucionar esses pepinos. Esse caminho é chamado de funil de vendas, que busca conduzir os indivíduos através das etapas desse processo — da descoberta à decisão.

O Inbound funciona apenas com base em dados sobre o público, que orientam o processo de produção de conteúdo, e então conduz os indivíduos ao objetivo final — a conquista de um novo cliente!

 

E o Outbound? Qual é a dele?

Esse termo reúne as tradicionais formas do marketing: mídias diretas como propagandas na televisão, anúncios em revistas, patrocínios de eventos, outdoors, spots em rádio e por aí vai. No meio digital, essa estratégia também está presente. Propagandas no início de vídeos — o familiar caso do YouTube — , anúncios no Google e em redes sociais são alguns exemplos.

O principal objetivo do Outbound Marketing não é atrair clientes, mas oferecer de cara um produto ou um serviço. Ou seja, o caminho é o inverso do Inbound.

 

Quais são as vantagens de cada um dos métodos?

Do Inbound?

A estratégia apresenta como vantagem o baixo investimento, já que usa mídias mais baratas, e a alta taxa de retorno positivo. Como o objetivo do Inbound é engajar o cliente, fica claro o porquê das boas respostas a ele, certo? Até porque essa modalidade é muito menos invasiva.

E as do Outbound?

Apesar de ser mais caro, já que utiliza mídias tradicionais, o Outbound pode apresentar resultados positivos. Afinal, as ações desse tipo de marketing ainda funcionam e atingem um grande número de gente pelo país.

 

Ok. E o que a minha empresa deve fazer?

O ideal é que o seu negócio invista nos dois conceitos. Cada um possui um campo de atuação específico e, atualmente, é importante estar presente no maior número possível de espaços, concorda?

O Inbound e o Outbound Marketing possuem retornos diferentes. Enquanto o segundo demanda maior investimento mas consegue garantir clientes mais rápido, o Inbound te ajuda a ganhar reconhecimento no mercado digital, mas pede mais paciência, já que os resultados são alcançados em médio e longo prazo.

Entretanto, é quase obrigatório estar presente nos ambientes digitais. Seus clientes usam esses espaços com uma frequência cada vez maior e, inclusive, passaram a realizar a maioria das suas ações de consumo de maneira virtual, ainda que finalizem as compras nas lojas físicas.

E aí? Gostou das dicas sobre os investimentos em Inbound e Outbound Marketing? Então, não deixe de se informar sobre outro elemento essencial do marketing: o relacionamento!