Neste texto vamos falar sobre 5 fatores importantes para que seu site seja bem ranqueado nas buscas do Google. Abra seu navegador e digite qualquer palavra na barra principal. Apareceu um resultado de pesquisa com diversos sites relacionados ao assunto que você desejava. Aí você me fala: “tá seu dãaar, isso eu já sei, faço todo dia a toda hora”. Sim! Mas você já parou pra pensar por que alguns links aparecem primeiro que outros na sua pesquisa? Pois então, os mecanismos de busca possuem alguns “robozinhos” que vasculham a internet e classificam os conteúdos dos sites e determina uma relevância para cada um, isso é o que vai fazer ele aparecer primeiro nas pesquisas.

Mas, chega de lenga-lenga e vamos ao que interessa. Neste post falaremos sobre o sistema de rankeamento do Google e algumas formas de compreender como ele funciona.

 

Problema SEO

Se alguém te falar que fazer isso é problema “seo”, fique tranquilo, ninguém está te acusando de nada, mas sim falando sobre Search Engine Optimization (mecanismo de otimização de busca), ou também conhecido como SEO. São técnicas para deixar seu site nos trinques para os sistemas de busca do Google, que não é algo tão simples de compreender. Neste post da Backlinko por exemplo, eles citam 200 principais fatores, seguindo a opinião de especialistas, já que nem mesmo o Google disponibiliza a lista oficial. Para não nos alongar demais (se quiser ler todos os 200, é só clicar ali no link e se divertir), vamos nos ater aos 5 que acreditamos ser os primeiros que você deve conhecer.

 

  1. Conteúdo relevante

Conteúdo relevante é o início do seu caminho para o lado bem rankeado da força. Não basta fazer qualquer coisa, é preciso descobrir o que o seu público está procurando e desejando, indo de encontro com as necessidades dele.

O próprio Google te ajuda com algumas ferramentas: o Trends e o Keyword Planner do Adwords. No primeiro você vai explorar termos mais pesquisados relacionados aos assuntos pertinentes ao seu público. No segundo você vai ter ajuda para definir as palavras-chaves mais bem posicionadas. Ao fazer isso, o mecanismo de rankeamento vai entender que você é fera e mandou muito bem nos paranauê do assunto, já que o conteúdo produzido está de acordo com o que a galera está buscando.

 

  1. Autoridade da página

Autoridade da página, basicamente é o quanto o PageRank do Google, reconhece a sua página e a promove como importante para determinado assunto. Para isso, é preciso que ela consiga pontuar nos três critérios básicos ao mesmo tempo: Quantidade, Qualidade e o Contexto dos cliques que a página recebe.

É importante receber muitos cliques, ter quantidade e periodicidade de conteúdo e claro, que tudo isso seja feito com muito cuidado pra que possua a relevância adequada ao seu público. Claro que outros itens são importantes, como as 5 dicas de sucesso para aumentar a visibilidade online da sua empresa que descrevemos aqui. Então, mãos à obra!

 

  1. Tempo de carregamento da página

O tempo de carregamento da sua página também influencia no posicionamento. Quanto mais rápido, melhor, quanto mais pesado e demorado, pior. Tecnologias antigas como o Flash Player, imagens muito pesadas e outros problemas de programação podem fazer com que o seu site suma do mapa. Literalmente.

Quanto mais fluidez no acesso de seus usuários, melhor pro seu site. Vale até fazer um site para desktop e outro específico para dispositivos móveis. Show de bola!

 

  1. Palavra-chave

Palavra chave no título é um dos primeiros itens analisados pelos robôs do Google e um dos recursos muito utilizados em técnicas de otimização. Então, escolha bem a palavra-chave e use sempre. No título do site, da página, na descrição de página, dentro da própria página, nas tags internas e todos os módulos. Sem isso, sua visibilidade diminui muito.

 

  1. Usabilidade

A usabilidade é importante para manter o visitante dentro do seu site e assim passar mais tempo vendo seu conteúdo. É importante que seja fácil para ele navegar e encontrar o que procura. Isso impacta diretamente no tempo de permanência, visualizações de página e taxa de rejeição. Estas estatísticas são muito importantes, e o Google as utiliza para rankear a sua página.

Outra dica interessante é otimizar menus e liberar mapa de site na url. Sabe quando você está procurando um produto em um site e ele aparece assim: seusite.com.br/produto/livro/literatura-estrangeira/george-r-r-martin/guerra-dos-tronos? Essa estrutura e organização coesa das categorias dentro do site é imprescindível.

Evite layouts confusos, poluídos e tente colocar as informações de forma natural, intuitiva e objetiva. Assim, as pessoas vão ficar muito tempo por ali, lhe dando uma boa ajuda no rankeamento por este critério.

Como seu site se enquadra nesses critérios? Já segue alguns, todos, nenhum? Tem alguma dúvida sobre o assunto? Pergunte pra gente! Até o próximo post.